Uma mudança é...?

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Cabelo cacheado.

Eu vi suas ondas de amor
Se tornando espirais
E por mais que peça mais
Um fio só não satisfaz.
Eu vi imagem e semelhança
Quase tal de uma criança
Mas sem asa, e tudo mais.
No momento exato
Eu te mostro o retrato
Que tanto me atrai.
Seu cabelo cacheado
Quase todo tempo enrolado
Tem o cheiro do pecado
Que tanto lhe atrai.
De um jeito bem mansinho
Parece um leãozinho,
Que te devora com o olhar
Sem nenhuma intenção de te matar.
Muitos desses eu já vi
Mas é com essa aqui,
Que eu quero me casar.
Cabelo cacheado,
me enrola de amor,
Que eu me sinto um cantor.
De tanto que és enrolado.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Meu Caro anônimo

Olha, eu não preciso do desafio de ninguém.Se você acha que eu sou um(a) louco(a)sem sentido. Me diga : Por que entra no meu blog? Se não gostas das minhas palavras "sem sentindo" , a unica coisa que que eu tenho que fazer é respeitar.
Se minhas rimas são forçadas , obrigado(a)! Eu aprendo com às críticas. Agora , só que eu te digo : NÃO QUERO PALPITE EM MINHA VIDA,MINHA LOUCURA ,E MINHAS PALAVRAS FORÇADAS.E por favor, baixe seu ego , eu não preciso de um homem aqui me ofendendo e querendo dar uma de Superior à mim.
Você não sabe o que eu passo.Não sabe de onde eu venho.E não sabe o que se esconde por de trás de minhas palavras sem sentindo, se elas não significam nada pra você, saiba que pra mim são grandes coisas.
Não quero ser mal educado(a) com você, desculpe. Mas acho que você passou dos limites comigo.Você não entendeu : "Sou burro sou burra ao pé do ouvido." Satisfeito? Quer ser o que , hein?!Me diga.
Você é um ser que vai morrer , e que com certeza vamos parar no mesmo buraco decente. Afinal, eu também sou um ser humano, mesmo sendo um(a) ignorante com a escrita e com rimas. (sabe?)
Não precisa querer mostrar que é o tal, pois eu já entendi nas primeiras palavras e nos primeiros parágrafos . Por que você ficou assim, hein? O que eu te fiz? Eu pedi crítica ,isso sim.Mas não aceito você querer vim aqui no meu "cantinho de desabafo" e começar a escrever de maneira ofensiva e provocadora .
Se você quiser ter uma conversa decente e humilde, cá estou. Acho que fui claro(a) e sucinto(a) o bastante.
Obrigado.
Ass: R. Sant's

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Anônimo

De Anonimato eu não sei,
Eu só sei que nada sei.
Se minhas palavras não fazem sentido,
sou burro, sou burra ao pé do ouvido.
Não estou aqui para confissões,
muito menos para espertalhões.
Criatividade é o reino da loucura.
Se não és louco, nada entendes .
Eu não possuo frescura,
sou apenas uma pessoa ferida e pura.
Você não me conhece,Então , por favor.
Não me aborrece.
Eu respeito sua opinião ,
Mesmo sendo um moço bufão.

Amor perdido

De um jeito convencido
Acabei de perder meu partido.
Não sei sorrio ou se choro
Se me firmo ou desmorono,
Sou criatura perdida
de uma forma banida.
Eu cuidei de ti,
E não pude sentir,
O teu amor, o teu sabor.
Chorando em tua partida ,
consigo me ver perdida,
Em minhas lágrimas de dor.
Seu sorriso resplandecente ,
Que mexeu com a minha mente,
Me chama .
Me ama.
Me sinto num abismo ,
Com uma sensação de amor perdido.

Loira capetinha

Não sou menina ,
Nem sou mulher.
Então , por favor ,
Larga do meu pé!
Sou decidida, sou confiante
Sou uma mulher predominante.
Se não é como eu espero,
também não me desespero.
Assim como a menina tem que sonhar
A mulher tem que ousar .
Não sou atrevida ,
apenas sou decidida.
Eu sei que sou linda ,
E sempre bem vinda.
Sou delirante,
Um perigo constante.
Sou o fruto que não comes ,
mas que de forma grande te consome.
Sou felicidade
Sou amor
Me chame de Loira Capetinha , por favor.



Adeus , é ADEUS! PORRA!

Se não soube me entender ,
O que quase quis dizer
Ficou implícito de entender?
Eu não estou na tua vida
Muito menos na partida,
Da decisão já compreendida .
Eu não fui feito pra ficar ,
muito menos pra enrolar,
se tá querendo extravasar
coloca outro em meu lugar.
Eu já sei o que eu quero ,
e por gente eu não espero,
nem muito menos eu venero.
Se está decepcionado ,
veja aonde fez errado
e concerta o desconcertado.
Se ainda não compreendeu
o que significa um Adeus.
É que aquilo jogou fora ,
nossa amizade,
nosso amor,
tudo foi embora.
E por mais que a gente sofra
E eu esqueça dessa porra.
O meu adeus não são problemas seus.
Se não queria me perder
porque que foi dizer
Que queria um tempo pra você.

A última lágrima da esperança.

Senti uma gota de amor indo embora
Senti a sofreguidão bater lá fora
Eu vi a chuva afogar de tristeza a minha porta
Enquanto minha esperança quase morta,
Desdenhava de frente a cara torta
Eu não tenho mais teto
Eu não tenho mais chão
De tantas lágrimas caídas ,
Já nem tenho paredão.
Um ser sem amor é como uma ave sem censor
Que quase sempre sem pudor
Sente a falta do amor.
De tanta luta perdida , vejo a última lágrima da esperança caída.

Filho da Puta.

Eu fui aquele que jogou sujo e nem teve consciência,
Afastei o amor com um tapa
Joguei areia em meu sentimento
Afastei o desejo do coração
Feri a hipocrisia com a intolerância
Deixei um amor na beira da espera
Fui de encontro com a minha beleza
Fiz um trato com a vitória
Feiúra deparou-se com meu rosto
Sendo deixado de lado pelo Companheiro da paixão
Perdi certas batalhas
Desvendei o mistério e ceguei o palhaço
Paguei na mesma moeda da vida
Quase um filho d'uma rapariga
Com uma visão astuta
Me digo : Sou Aquele FILHO DA PUTA.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Sexo e Amor

Amo o jeito que me tocas
Adoro o morder de sua boca
Amo falar teu nome
Adoro o sentir da tua pele
Amo o calor de teus suspiros
Adoro os arranhões de tuas unhas
Amo o teu corpo pesando sobre o meu
Adoro o jeito que me penetras
Amo a sensação do gozar
Amor e sexo : Uma sintonia de amor de adoração

O reflexo

O reflexo que vi no espelho era de alguém parecido comigo
O reflexo que vi no espelho era de alguém tão alegre quando sorria
O reflexo que vi no espelho era de alguém tão jovial
o reflexo que vi no espelho me falou o quanto era importante saber
O reflexo que vi no espelho me falou de honestidade desprotegida
o reflexo que vi no espelho me falou de alguém que via todos os dias
o reflexo que vi no espelho me olhou com sinceridade
O reflexo do espelho me olhou com amor e disse :
"O reflexo que há em mim, é o espírito que há em ti".

Um esperar que nunca vem.

Eu decidi deitar na ponte da angústia
Pois sua espera é bem demorada pra quem acredita
Eu decidi visitar a ilusão da saudade
Pois sua casa é despedaçada de memórias
Eu decidi ver o rio da Paz
Pois na sua paisagem há pombos de cor pura
Eu decidi gritar com a Paixão
Pois sua voz é tão baixa que não se pode ouvir
Eu decidi escrever para o Amor
Pois sua carta é um esperar que nunca vem.

O doce sabor da mentira

Eu senti em minha língua o seu sabor
Mas em meio às frutas estragadas não se sente o sabor da ilusão
Mastiguei o frio da alma com a boca seca
Senti aquilo estourar em minha mente
Pensou que fosse na barriga?
Errou!
A mentira alimenta a inteligência para apagar a verdade
Veja ela se aproveitando do gosto da hipocrisia
Ande criança
Mas não se aproveite de um doce tão suave e macio
Pare!
Eu vi crescer diante de sua mente
Como foi bom o doce sabor da mentira

Extravasar

Eu andei pela rua sozinho.
E você não pegou na minha mão, por que?
Talvez nos estávamos de mãos dadas .
Mas meu orgulho é tão arrogante que não sentiu o seu toque sutil.
Vou extravasar o que tenho de melhor, vou viver!
Se eu olhar para você pararei num tempo sem sentido.
E quando se fica estagnado diante da vida
Não se vive.
Eu não sou que você procura
Eu sou o que você nunca teve a coragem de procurar
Idiota nômade!
Talvez extravasando essas palavras sujas
Você dê mais sentido.

Cansado do mesmo "eu".

Eu me vejo na oportunidade de mudar a cada segundo, tento me enganar que pode acontecer tudo da maneira que eu desejo. Chega!
A porta se fechou para você "individuo cruel".- eu te odeio!
Viver é uma sensação unica , talvez você não mereça o meu tempo.
Eu enxergo a chuva molhar a tua face ridícula.
Veja como ela é tão cínica , e tão embelezada de ignorância.
Sonhou com tempo perdido que nunca mais voltará?
Pois é, ele não está nem aí para você.
Faça do meu jeito.
Faça como ele faz.
E canse do seu "eu".